CHILE SANTIAGO

O que fazer em Santiago: roteiro de até uma semana

o que fazer em santiago

(foto: site oficial Sky Costanera)

A capital chilena é uma cidade que aparentemente não tem grandes atrações, mas pensar isso é um equívoco, há muito o que fazer em Santiago!

Bonita e rica em cultura, estamos falando de uma metrópole moderna e desenvolvida, que serve ainda de ponto de partida pra outros passeios no Chile, como esquiar nas montanhas, ir ao deserto do Atacama ou explorar Torres del Paine.

Em 3 dias é possível conhecer muito da cidade, mas vale a pena ficar até uma semana, se a ideia for viajar com calma e explorar o entorno.

UM DIA NO CENTRO HISTÓRICO

Esgotar os pontos turísticos da região central é a melhor pedida. Observe que muitos pontos estão próximos, bastando seguir de metrô e as vezes até a pé de um pro outro. Comece pelo Palácio La Moneda, a sede da Presidência. É uma construção imponente e lindíssima que toma o quarteirão todo. O palácio foi bombardeado em 1973, mas reconstruído. Pra quem gosta, tem “cerimônia” de troca da guarda (dia sim, dia não por volta das 10h) e a visita guiada deve ser agendada por e-mail (visitas@presidencia.cl). No subsolo da praça tem um centro cultural com exposições interessantes.

 O melhor ponto da cidade para fazer câmbio de moedas está bem perto desse ponto, na Calle Agustinas.  

la moneda em Santiago

Se for sua área de interesse, siga para o Museu Precolombino. A exposição permanente  Chile antes do Chile trata da cultura dos povos originários latinos antes da chegada dos europeus. Uma reforma recente permitiu a modernização com suportes, iluminação de ponta e leitor de QR Code. O acervo tem múmias mais antigas que as egípcias. Incrível, não é?

Continue caminhando até a Plaza de Armas, uma das principais da cidade. Ao redor está a Catedral, onde a riqueza dos detalhes chama a atenção. A arquitetura impressiona mesmo aos que não são religiosos. O Mercado Central está próximo, mas apesar de ser altamente citado em outros guias, eu não recomendo a refeição. Se a curiosidade falar mais alto, faça uma visita para conhecer  e espiar a Centolla, o caranguejo gigante de águas profundas.

→ Se a Centolla te interessou e você quiser pagar o mesmo valor (R$ 250) para comer em um restaurante digno, vá jantar no Ocean Pacific’s (relato da experiência aqui).

Da direita para a equerda: museu pre combombino e a catedral

Na esquerda: o museu pre combombino. À direita: a catedral e seu contraste

De lá, um pulinho para o Parque Florestal, onde está o Museu de Bellas Artes. O prédio lindo, mas o acervo não é tão rico. Há um contraste entre obras renascentistas e de artistas contemporâneos. Vale a ida, mas se for para escolher apenas um, ficaria com o Precolombino ou o mais recente Museo de la Memoria y los Derechos Humanos.

Se você ainda não tiver almoçado, aproveite para escolher um dos restaurantes do belíssimo bairro Lastarria. E, para fechar a tarde, emende uma visita ao Cerro Santa Lucia. Sabe aquele oásis no meio da cidade? É a melhor definição para esse mirante super charmoso com vista para a Cordilheira dos Andes. Aproveite a fotogenia do lugar para fazer muitos registros.o que fazer em santiago

→ VAI VIAJAR AO EXTERIOR? Fique conectado com a EASYSIM4U.
O chip te dá acesso ilimitado à internet no exterior e chega em sua casa no Brasil. Compre AQUI!

o que fazer em santiago do chile

O que fazer em Santiago: 

UM DIA EM VITACURA E LAS CONDES

Vitacura e Las Condes parecem fazer parte de outra Santiago. Bairros mais modernos, recheados de apartamentos caros, grifes internacionais e restaurantes chiques contrastam com a parte histórica da cidade. Um dos principais motivos para a visita é o Parque Bicentenário (que fui conhecer apenas em uma segunda visita a Santiago), com excelente área verde, sombreiros para piquenique e um dos restaurantes queridinhos da cidade, o Mestizo. Vale a visita nem que seja para tomar o famoso pisco sour (para almoçar, faça reserva).

Depois aposte em um passeio pelas vitrines belíssimas das grifes situadas na região, além de galerias de arte e lojas de decoração sofisticadas.

Quem é do time das compras, pode aproveitar para conhecer o Constanera Center, o prédio mais alto da América do Sul (62 andares!), e de quebra aproveitar o mirante 360º da cidade que existe por lá (foto de capa).

parque bicentenário santiagoturismo santiago do chile

Ao entardecer, quem curte um badalo irá adorar o terraço do Noi Hotel ou W Santiago, onde é possível frequentar o bar sem estar hospedado e desfrutar a área de lazer de luxuosos hotéis e preciosas vistas panorâmicas (detalhes aqui). Achei o Noi mais animado e aos domingos o Tramonto Bar & Terrace oferece um buffet com bebidas inclusas por 19.900 pesos (cerca de 110 reais). No prédio do W Hotel ainda estão instalados o NoSo e o Osaka – dois restaurantes super recomendados, e o Whiskey Blue, que fica por conta da balada da elite chilena. Todos valem a visita, mesmo que não vá ficar.

LEIA TAMBÉM:
Rooftops Bars imperdíveis | W Santiago e Noi Vitacura
25 Frases de viagem para usar nas suas legendas

UM DIA BOÊMIO

→ Caso pretenda visitar uma vinícola, aproveite a manhã deste dia.

Se você não estiver hospedado em Bellavista, deve passar por lá muitas vezes. O bairro é uma graça! Concentra os restaurantes, baladinhas, barzinhos e street art. Muitas ruas são atraentes, desbrave e entre nos lugares pela sua intuição. A maioria dos restaurantes tem lindas mesas externas e são muito aconchegantes.

 patio bellavista santiago

Pelo bairro, uma das casas do poeta mundialmente conhecido Pablo Neruda virou museu e ostenta a forma de navio. A entrada não é franca e a visita é guiada.

Aproveite o fim de tarde para subir o Cerro San Cristobal de funicular e desfrutar um dos melhores ângulos de Santiago. É possível ver grande parte da cidade e também a montanha coberta de neve. Torça por um dia limpo!

cerro san cristobal em santigo Ao descer, aproveite o badalo de Bellavista. O famoso restaurante (entre brasileiros) Como Água para Chocolate não me surpreendeu, prefiro as opções do Pátio Bellavista. Por falar nisso, que lugarzinho incrível! É um complexo gastronômico, com música, lojinhas e tudo mais. Há opções mais sofisticadas, mas tem até Mc Donald’s e Starbucks. Destaque para Backstage Life, com uma decoração impecável, ampla carta de vinhos e mais de 150 rótulos de cerveja. O La Casa en El Aire tem preço em conta, está em uma esquina privilegiada do Pátio e serve petiscos e pisco tradicionais.

Não se prenda! Há uma série de bares e restaurantes interessantes na região.

 

O P Ç Õ E S   P A R A   E N C A I X A R

VISITAR UMA VINÍCOLA 

vinicolas no chile Um programa que a maioria dos brazucas procura em Santiago é conhecer uma vinícola. Grande parte dos vinhedos ficam próximos a Santiago, entre 30 minutos e 2 horas, mas com certeza vai ser mais atraente no verão, já que de dezembro a janeiro as uvas brotam e entre março e abril, há a colheita. Durante o inverno (julho/agosto/setembro) as parreiras não tem folhas, mas parece ainda ser interessante para quem nunca teve a experiência, ou foi e gostou muito.

Conha Y Toro é a maior vinícola do Chile e está muito preparada para receber o turista. Tem como vantagem ser bem próxima, mas vá ciente de que será um tour muito comercial e cheio de brasileiros (leia nossa experiência aqui). Undurraga é um pouco mais intimista, mas um pouco mais distante. O tour é mais detalhado, mas bem parecido com a outra. Santa Rita promove um bike and wine que quase me fez querer ver mais uma vinícola. Seria um exagero… E ainda existem muitas outras!

Para este programa, não precisa separar o dia todo, é bem possível fazer pela parte da manhã e encaixar a tarde em Bellavista. Estando sem pressa, vá a tarde, por ser mais gostoso para as degustações e na volta aproveite mais um restaurante. Um opção requintada e sem erro é o Aqui Está Coco, em Providência.

 

→ Só pense nas opões abaixo se a sua viagem tiver pelo menos 4 dias. Com menos tempo não vale o desgaste

UM DIA NA MONTANHA

ski vale nevado No inverno, subir a montanha ao encontro da neve é um dos programas mais diferentes que se pode fazer em Santiago. Para quem quer apenas curtir um dia de esqui ou ver como são as estações, um bate-e-volta vai ser suficiente (ou deixar com gostinho de quero mais).

Reserve um dia todo para esse passeio, já que apesar de ser bem próximo, levará em média 1h 30m para cada trecho. Não escolha passeios que param em várias estações. Descubra a que melhor se encaixa ao seu perfil e passe o dia todo nela. Veja minhas experiência no Valle Nevado e em El Colorado, e, se precisar de ajuda, tire aqui suas dúvidas sobre as estações de esqui.

UM DIA EM CAJON DEL MAIPO

cajon del maipo no Chile

Um passeio diferente aos arredores de Santiago é Cajon Del Maipo. Cajón tem águas termais, os banhos de Colina, Morales e El Plomo, o cânion El Morado e a represa Embalse el Yeso. Tudo muito ligado à natureza e impossível de fazer de uma só vez.

Se estiver em carro alugado, pare para almoçar no La Tribu. Do restaurante há uma belíssima vista para o Rio Maipo.

Tive duas experiências em Cajon, uma que deu certo e outra que deu errado, ao menos em tese. Adoro a sensação de visitar lugares pouco explorados e é essa a sensação que o Cajon passa.

UM DIA EM VINA DEL MAR E VALPARAÍSO

vina del mar Chile O balneário favorito dos chilenos não ganhou meu coração, mas é altamente recomendado. Então, sou voto vencido e fica a opção!

Estive no Chile em duas oportunidades, ambas de 6 dias. A primeira vez com foco em esquiar. A segunda seguiu o roteiro que aqui indico, excetuando o dia na montanha. 😉

LEIA TODOS OS NOSSOS
POSTS SOBRE O CHILE

images

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM CONOSCO

RESERVE SEU HOTEL ||  ALUGUE SEU CARRO
SEGURO VIAGEM  || CHIP INTERNACIONAL

Lembrando que se você fizer sua reserva através dos links parceiros do blog, você paga o mesmo valor e nos incentiva a continuar publicando conteúdo gratuitamente.

You Might Also Like

6 Comments

  • Reply
    airanzinha
    abril 11, 2016 at 11:09 am

    Amei as dicas. Seu blog é muito 10.

  • Reply
    Marcelo Santana
    abril 11, 2016 at 2:50 pm

    Parabéns pelo Blog e obrigado pelas dicas, estarei no fim de agosto para 4 dias em San Pedro do Atacama, e outros 6 em Santiago, você esquiou em El Colorado? estamos planejando passar um dia inteiro la, e pensamos também um dia para conhecer Farellones e Vale Nevado, o que acha? Parabéns novamente…

  • Reply
    Centolla - Caranguejo Gigante Em Restaurante Temático - Sthe On The Road
    outubro 10, 2016 at 9:42 pm

    […] TAMBÉM: O que fazer em Santiago: roteiro de até uma semana Rooftops Bars imperdíveis | W Santiago e Noi Vitacura Afinal, o que há em Valparaíso e Viña del […]

  • Reply
    Colômbia: o que fazer em Bogotá em até 3 dias
    novembro 15, 2017 at 1:46 am

    […] O que fazer em Santiago: roteiro de até uma semana […]

  • Leave a Reply