AMÉRICAS CHILE VINA DE MAR/VALPARAÍSO

Afinal, o que há em Valparaíso e Viña del Mar?

Vejo estas duas cidades em muitos roteiros e apesar de já ter estado outra vez no Chile, não estive lá e fiquei me perguntando: o que há de interessante em Valparaíso e Vina del Mar para atrair tanta gente?

Dessa vez resolvi matar a curiosidade e, após muito pesquisar, optei por um bate-volta ao invés de dormir por lá. São 120 km de Santiago (é fácil, lá no final conto como faz). Na rodoviária mesmo consegui o mapinha com todos os pontos turísticos marcados e preferi fazer de forma independente. E como foi?

VALPARAÍSO

Valpo, para os íntimos, definitivamente não me conquistou. Apesar de possuir certo charme com seus diversos mirantes (que por lá se chamam cerros) e casinhas coloridas, a cidade portuária me deu uma sensação meio desconfortável.
Existem muitos bondinhos, e escolhemos o Espírito Santo para subir. Lá em cima, passeamos no museu a céu aberto, que nada mais é que um bairro coloridão e com grafites nas paredes. Me lembrou muuuuito o Caminito de Buenos Aires, mas numa versão não fake, já que existem habitantes nas casas e não foi feito para inglês ver.

ValparaísoAndando a pé, chega-se também a mais uma casa de Neruda, a La Sebastiana, que hoje abriga um museu. É agradável caminhar pela ladeiras do bairro, acontece que, ao descer, dei de cara com um centrão com ares de “vou ser roubada/morta/enterrada” que me fez querer pular todo o resto.

VIÑA DEL MAR

As cidades são conjugadas e para atravessar para Vina é bem simples, há um metrô de superfície que te leva por 750 pesos (R$4,30) num trecho de uns 10 minutos com agradável vista para o Porto.

valparaísoVina já me soou mais simpática. Bonita e organizada, com ruas amplas e ares de aristocracia, senti vontade de caminhar e explorar o ambiente.

Pois bem, uma passadinha no famoso relógio de flores, no castelo Wulff, uma paradinha para almoço, uma visita ao Museu Fonck para ver o Moai da Ilha de Páscoa – que é muito menor que eu imaginava, diga-se de passagem – e uma longa caminhada pela orla da praia, mas estava meio frio para um mergulho.

Vina del Mar

moai vina

O pôr do sol de lá é lindo, mas fora isso não encontrei mais muita coisa para fazer, juro…

Muitas fotos boas, mais duas cidades no currículo, mas resumindo: não achei imperdível, a não ser que você tenha tempo sobrando no Chile!

É bonitinho, no verão talvez bombe, quem sabe um dia eu mude de opinião, mas no momento não amei! Vou ser justa, deixando disponível a opinião de outros blogs que tiveram uma impressão positiva. Leia aqui, aqui e aqui.

LEIA TODOS OS NOSSOS
POSTS SOBRE O CHILE

 

COMO IR?

  • Transporte público: pegar metrô até a estação Universidad Santiago. O terminal de bus é bem em cima da estação, basta pegar a saída San Borja. Tem mais de uma empresa que faz a linha, eu fui com a Pulman (Ida Santiago x Valpo e volta Viña x Santiago). Custou 5 mil pesos (ida e volta) e a viagem dura 1 hora e 40 minutos.
  • Tours: Uma média de 25 a 30 mil pesos saindo de Santiago e uns 15 mil na rodoviária de Valparaíso. Acho não valer o investimento.
  • De carro: seguir pela rota 68. As estradas são muito bem conservadas e sinalizadas. Há cobrança de pedágios.
ruas vina del mar

ruas de vina del mar


Quando for reservar seu Hotel, não deixe de fazer aqui pelo Blog, ganhamos uma pequena comissão e você não paga nadinha a mais por isso!

 

You Might Also Like

2 Comments

  • Reply
    Ivana
    fevereiro 24, 2016 at 3:15 pm

    Amei suas dicas, blog incrível! Estou indo para Lollapalooza em Março e me identifiquei com seu gosto por atividades qdo se trata de viagem!

  • Reply
    Centolla - Caranguejo Gigante Em Restaurante Temático - Sthe On The Road
    janeiro 17, 2017 at 6:49 pm

    […] em Santiago: roteiro de até uma semana Rooftops Bars imperdíveis | W Santiago e Noi Vitacura Afinal, o que há em Valparaíso e Viña del Mar? VEJA TODAS AS DICAS DO CHILE […]

  • Leave a Reply