AMÉRICAS PERU

Dicas antes de fazer viagem para Machu Picchu

viagem para machu picchu

O lugar que despertou essa minha vontade de viajar foi Machu Picchu, mas apesar desse desejo, acabei não indo rapidamente e agora consegui tirar do papel e organizar a viagem.

Já organizei outras viagens e adoro esse planejamento (estranho seria se eu dissesse o contrário), mas preciso confessar que dessa vez não foi fácil. São muitos detalhes, quem não tem tempo, paciência e pode gastar um pouco mais, considere contratar uma agência.

Viagem para Machu Picchu:

 

Peru não é só Machu Picchu

Se eu pudesse acho que passaria um mês por lá. Organizando a viagem descobri tanta coisa incrível: a capital, linhas de Nazca, laguna 69, Huacachina, Arequipa, Puno, a própria região de Cusco, muitos e muitos outros.

Eu optei por conhecer a Bolívia antes e depois seguir só para Cusco e Machu Picchu. Acho que eu não sairia do Brasil para conhecer só a Bolívia e não quis perder essa oportunidade.

LEIA TAMBÉM: Tudo Sobre o Salar de Uyuni |O Deserto de Sal da Bolívia
Salar de Uyuni: o primeiro dia de Jeep Tour
Salar de Uyuni: os outros dois dias de passeio

Planeje com antecedência

Não é uma viagem para se fazer num bate-volta sem pensar, pelo menos se você for como eu, que não gosta de perder nada. Há uma série de complicações com a compra do ingresso e do trem, além disso hospedagens legais esgotam, estamos falando de um destino procurado pelo mundo todo. Sugiro, no mínimo, 2 meses de antecedência, mas dá para ajeitar com menos tempo.

Quanto tempo e quando ir

De maio a setembro é o ideal, pois a probabilidade de chuva é menor. Conheço gente que foi em outras datas e deu certo, mas eu não arriscaria. Imagina fazer esse esforço todo e não poder ver as ruínas?

Para desfrutar a região o ideal é ter pelo menos 5 dias livres e para passear pelo restante do Peru, mais uns 10.

 

RESERVE SEU HOTEL ||  ALUGUE SEU CARRO
SEGURO VIAGEM  || CHIP INTERNACIONAL

 

Como chegar em Machu Picchu

O destino final de quem vai a Machu Picchu é Cusco. De Cusco ainda tem que pegar um trem para Águas Calientes e de lá, finalmente, um ônibus para Machu Picchu.

É possível chegar a pé também, em trilhas que duram de 4 a 5 dias (morri só de pensar).

Nessa parte que complica um pouco, porque tudo tem que ser pensado ANTES. Para tentar resumir vou pôr os links dos blogs que me ajudaram nessa empreitada ao longo do texto, só clicar.

  • Tem vários tipos de ingressos para Machu Picchu: só entrada em Machu Picchu, entrada + Huayna Picchu ou entrada + Montanha. Entenda a diferença.
  • Decidi Machu Picchu + Huayna Picchu. Claro que não seria tão simples assim, não é?
    Esse ingresso é o mais concorrido e tinha acabado para o dia que queríamos (isso 80 dias antes). Trocamos o dia e na hora de finalizar a compra cartão de crédito nenhum passava. Tentamos vários cartões e no último aprovou (só serve se for Verified by Visa).
  • Se não der certo, você pode tentar por uma agência peruana ou por Visa Travel Money.
  • Aí vem a saga do caríssimo trem, que deve ser comprado no site da Perurail. É preciso decidir a estação e o horário e não bastando isso, há três tipo de trens também, ficamos com o intermediário Vistadome, que teve horário mais compatível.
  • Depois de muito pesquisar cheguei a conclusão de que valia mais a pena combinar o passeio do Vale Sagrado e pegar o trem no final da tarde em Ollantaytambo, que é mais perto que Cusco, para dormir em Água Calientes. Dessa maneira da para acordar descansado e ver o amanhecer já nas ruínas.

Quanto custou

Machu Picchu + Huayna Picchu: 152 nuevo sol (com IOF R$185,00 – março/15)

Trem Vistadome: U$$ 143 (com IOF R$ 506 –  Março/15)

Isso se comprado diretamente pelo viajante nos sites oficiais.

OBS: caso aconteça uma viagem de última hora, é possível comprar os ingressos todos em Cusco, mas vai ter que se sujeitar ao que tiver disponível, o que não costuma ser bom.

É complicado, mas é possível fazer por conta própria. Tendo todas as infos dá pra pensar melhor sobre encarar todo esse procedimento burocrático ou investir em uma agência de confiança para ficar com a parte chata.

Vale o esforço para conhecer essa maravilha do mundo moderno!

 

LEIA TODOS OS NOSSOS POSTS SOBRE O PERU AQUI


images

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM CONOSCO

RESERVE SEU HOTEL ||  ALUGUE SEU CARRO
SEGURO VIAGEM  || CHIP INTERNACIONAL

Lembrando que se você fizer sua reserva através dos links parceiros do blog, você paga o mesmo valor e nos incentiva a continuar publicando conteúdo gratuitamente.

You Might Also Like

6 Comments

  • Reply
    Roteiro Machu Picchu | Post Índice - Sthe On The Road
    dezembro 22, 2015 at 9:31 pm

    […] para saber quanto tempo ficar, melhor época, como comprar os ingressos e os preços, leia o post Dicas Antes de Visitar Machu Picchu, mas volta pra cá gente terminar a conversa, […]

  • Reply
    Thiago HD
    fevereiro 20, 2016 at 3:47 pm

    Machu Picchu ainda é um sonho que será realizado! Dicas anotadas! 😉

  • Reply
    Niara
    abril 13, 2016 at 2:32 pm

    Olá Sthefania!
    Sensacional suas dicas!!
    Também sou sagitariana e minha melhor amiga de vida e viagens também é! Acredito que está no sangue do signo. rss…

    Estamos fechando nosso roteiro de viagem e estamos com uma dúvida, o dia que planejamos ir para Machu Picchu não tem mais entrada incluindo Huayna Picchu, mas temos a opção de mudar todo o roteiro para uma data que no site ainda possui algumas entradas por Huayna.

    Queria saber a sua opinião sobre o quanto vale ou acrescenta fazermos Huayna. Você pode nos ajudar?

    • Reply
      Sthefania Memelli
      abril 18, 2016 at 4:15 pm

      Oi Niara!
      Em relação a Machu Picchu não muda nada, você terá acesso à todo o sítio arqueológico naquela visão tradicional que você vê nas fotos.
      Huayna é uma atração a mais, um outro ângulo, sabe?
      Eu gostei muito de ter ido lá, mas não acho que seja essencial, não.
      Fora que a trilha é puxadinha, então tem que ser bem pensado para não deixar de ser prazeroso e se tornar uma tortura. Rs
      Beijos

  • Reply
    O que fazer em Cusco: Vale Sagrado + Trem para Águas Callientes - Sthe On The Road
    agosto 25, 2016 at 8:26 pm

    […] Dicas antes de fazer viagem para Machu Picchu […]

  • Reply
    freddy
    outubro 17, 2016 at 3:56 pm

    Olá gente!
    Primeiramente parabenizo pelo trabalho que fiz em ajudar aos brasileiros que desejem conhecer Machu Picchu, quem escreve é um amante da cultura brasileira e graças a deus já teve a sorte de morar no Brasil por um bom tempo, agora voltei ao Peru – Cusco para mostrar a todos os brasileiros que desejem conhecer a terra dos incas.
    Se alguém deseja algumas dicas e recomendações pra a sua viagem, será tudo um prazer ajuda-los em realizar o sonho de conhecer Machu Picchu Cusco, Lima, Lago titicaca, Arequipa, Nazca, Paracas, Puno, Trujillo e outros destinos que ainda não foram explorados pelo brasileiros.
    http://machupicchupacotes.com.br/

  • Leave a Reply