EUROPA LISBOA PORTUGAL SINTRA

O que fazer em Lisboa: 23 atrações imperdíveis para incluir no seu roteiro

o que fazer em lisboa

A capital lusitana é recheada de história e cultura, além de ser um charme de cidade. Eu não esperava me apaixonar tanto e grande parte desse amor foi devido a alguns lugares especiais que visitei. Por isso, fiz essa listinha com as melhores atrações e algumas dicas extras para poupar seu tempo de viagem. Espero que gostem!

+ Roteiro para Portugal: como planejar sua viagem
++ Algarve: guia completo sobre as melhores praias de Portugal

o que fazer em lisboa

Dica: Lisboa Card Vale a Pena

O Lisboa Card é um cartão de transporte público que também libera entrada ou desconto em diversas atrações locais.

Você pode usar ilimitadamente em ônibus, elevadores, bondes elétricos e metrô, assim como trens entre Oriente, Rossio e Sintra. Já é vantagem só de evitar a compra de tickets individuais, mas ainda dá entrada em atrações disputadas, como Torre de Belém e Mosteiro Jerônimos, entre outros.

O Lisboa Card está disponível nas versões 24, 48 ou 72 horas. Você receberá o comprovante de compra por e-mail e pode trocar seu voucher pelo cartão em diversos pontos da cidade. O melhor ponto é o aeroporto de Lisboa, pois o local é bem em frente a porta de desembarque e você já chega em Portugal com isso resolvido.

O QUE FAZER EM LISBOA

EXPLORAR O BAIRRO ALFAMA

Alfama é legal não só pela história, mas também por suas ruas tortuosas e casinhas de época. É no bairro de Alfama que estão localizados o Castelo de São Jorge, a Sé de Lisboa, o Museu do Fado e os famosos miradouros de Santa Luzia e Portas do Sol.

Mais do que isso, recomendo você caminhar pelas ruazinhas peculiares do bairro, admirando as construções e as paisagens. Uma boa forma de passear pela região é pegando o bonde (o elétrico 28), que ainda conserva sua originalidade.

Realmente o bairro de Alfama é uma atração à parte, além de ser uma região repleta de bares e restaurantes.

alfama bairro de lisboa

VISITAR O CASTELO DE SÃO JORGE

Visitar essa fortaleza medieval localizada no alto da colina de São Jorge é uma experiência bem interessante. O castelo foi construído no século V e foi utilizado como proteção e abrigo para os nobres em caso de cercos e guerras.

Além do castelo, existem 11 torres ao longo de toda a muralha, sendo assim, prepare-se para dar uma caminhada com vista. Mesmo se você não for um admirador das construções medievais, ainda assim a visita ao castelo vale muito a pena. Do alto das torres temos uma vista linda de toda Lisboa, além de deslumbrar a beleza do rio Tejo.

Castelo de São Jorge em Lisboa, Portugal

Como visitar o Castelo de São Jorge

O castelo fica localizado no bairro de Alfama, ou seja, bem fácil de chegar lá. O ingresso na bilheteria custa 10,00€ para adultos, mas costuma ter bastante fila. Uma solução é comprar tickets online que permitem “furar fila”.

De 1 de novembro a 28 de fevereiro, é possível visitar das 9 às 18h, mas de 1 de março a 31 de outubro esse período se prolonga até as 21h. Tente evitar os horários de muito calor, pois podem tornar o passeio cansativo. Por fim, se tiver a oportunidade de ir no horário do pôr do sol, aproveite, pois a vista é surreal.

PRAÇA DO COMÉRCIO E RUA AUGUSTA

Imagine você, às margens do rio Tejo, rodeada de prédios históricos, olhando para a estátua de Dom José I construída em 1775, e ao fundo o Arco Triunfal da Rua Augusta. Isso é um pouquinho da experiência de visitar a Praça do Comércio, ou Terreiro do Paço como era chamada antigamente. 

A Praça do Comércio é uma das maiores da Europa e se destaca pelas construções, monumentos e vista do rio Tejo. A princípio já foi quintal do palácio dos reis de Portugal, mas hoje abriga escritórios do governo, alguns hotéis, cafés e restaurantes. Dessa maneira é um ótimo lugar para passear na hora do almoço ou até mesmo no anoitecer para admirar a praça de outra maneira.

Por ali também está o Lisboa Story Center que ilustra a rica história de Lisboa através de salas, painéis e obras de arte de uma forma moderna e interessante. Além disso, não deixe de caminhar por 15 minutos até o Mercado da Ribeira, que está localizado ali pertinho e é um ótimo passeio (falo sobre ele abaixo).

DICA: seu Lisboa Card dá direito a subir no Arco da Augusta e entrar Lisboa Story Center gratuitamente.

o que fazer em lisboa rua augusta

TOUR FOTOGRÁFICO EM LISBOA

Ser apresentado a vários pontos lindos da cidade por uma pessoa divertida e ainda voltar para casa com fotos profissionais faz todo sentido, não é mesmo?

A Maitê é uma fotógrafa brasileira que está morando em Lisboa há 3 anos. É super simpática, conhece a cidade como ninguém e faz ensaios fotográficos que não atrapalham seu roteiro. Muito pelo contrário, a ideia é não só realizar um tour fotográfico, mas, também, de fazer isso enquanto vivencia  a cidade.

Depois de uma média de 7 dias ela te envia um link com todas as fotos já tratadas e prontas para usar como quiser. Além disso, o Dominando em Fotos tem um preço super acessível de 80 euros por 4h de tour para grupo de até 4 pessoas! Fale que é nosso leitor e peça tratamento vip!

fotografo brasileiro em lisboa

COMER NO MERCADO DA RIBEIRA (TIME OUT MARKET)

Para os amantes de gastronomia, cervejas, vinhos e mercados em geral, não deixe de visitar o Mercado da Ribeira, hoje conhecido como Time Out Market. O mercado foi utilizado por anos como um local de venda de frutas e peixes, mas recentemente passou por uma revitalização e virou uma das atrações principais de Lisboa.

Bem próximo à Praça do Comércio, o Time Out Market são diversos bares e restaurantes em um ambiente descontraído e charmoso. Os pratos giram em torno de 10 a 15 euros e o legal é pedir coisas diferentes e compartilhar, caso você esteja acompanhado. Por tudo isso, a visita ao mercado é uma das experiências imperdíveis em Lisboa.

VISITAR A TORRE DE BELÉM

Logo quando se fala de Lisboa, lembramos da Torre de Belém. A fortificação foi construída no século XV para proteger a cidade de ataques no período das grandes navegações. 

Pela sua importância histórica e arquitetônica, a construção é considerada patrimônio mundial da UNESCO.  A torre é muito rica em detalhes e está localizada em um ponto lindo às margens do rio Tejo. Além disso, é ótimo lugar para tirar várias fotos.

A Torre de Belém funciona das dez 10:00 às 17:30h de outubro a abril, e de 10 às 18:30h de maio a setembro. O bilhete padrão adulto custa 6€, mas se você tiver o Lisboa Card, a entrada já está inclusa.

Aproveite o mesmo dia para também conhecer o Padrão dos Descobrimentos e o Mosteiro dos Jerónimos, já que todos essas atrações ficam bem próximas. Recomendo fazer esse passeio numa tarde, esticando até o pôr do sol.

torre de belem lisboa portugal

VISITAR O MOSTEIRO DOS JERÓNIMOS

Pertinho da Torre de Belém e em frente à Praça do Império, está localizado o Mosteiro dos Jerónimos, construído no século XVI. Ele é considerado um símbolo da arquitetura de Portugal, sendo composto pela Igreja Santa Maria Belém, além de sacristia, capelas, livraria e um belíssimo claustro.

Ao mesmo tempo, a fachada do mosteiro é uma atração à parte. Em toda a sua extensão, existem detalhes no entorno das janelas, no alto do prédio, e principalmente em volta dos portais (Porta Sul e Portal Principal). 

o que fazer em lisboa mosteiro jeronimos
O Mosteiro é tão grande que só de longe dá para fotografar inteiro

A igreja é composta por colunas imensas e, além da beleza, acolhe os túmulos de importantes personalidades português, tais como Camões e Vasco da Gama.

Outro ponto alto da visita ao mosteiro é passear pelo claustro, que era utilizado para a oração e meditação dos monges da ordem de São Jerónimo. O claustro é um conjunto do pátio central ao ar livre cercado por corredores repletos de salas e colunas decorativas que são obras de arte por si só.

mosteiro dos jeronimos em lisboa

Por fim, o mosteiro está aberto a visitações das 10 à 17:30h de outubro a abril, e de 10 às 18:30h de maio a setembro. O bilhete padrão adulto custa 10€, mas se você tiver o Lisboa Card, a entrada já está inclusa.

Como o Mosteiro é muito visitado, costuma ter bastante fila para entrar. Vale a pena comprar o ingresso fura-fila antecipadamente, caso você não tenha adquirido outro ticket.

COMER PASTEL DE NATA

Não deixe de experimentar o pastel de nata feito em Lisboa. Realmente o sabor é diferenciado, além de toda a história gastronômica envolvida.

O pastel de nata mais tradicional de Lisboa é o famoso Pastel de Belém,
fundado em 1837. A loja fica quase ao lado do Mosteiro dos Jerónimos e atrai milhares de amantes do pastel, que fazem fila para comprar todos os dias. Custa 1,5€ e compre mais de um ou vai ser arrepender.

Depois de provar o original, sugiro que você coma outros pastéis de nata pela cidade para comparar. O meu favorito é o da Manteigaria e ele custa apenas 1€.

pastel de belem lisboa

VISITAR O LX FACTORY

O LX Factory é aquele complexo que te surpreende por existir e mais ainda pelo quão interessante ele é. Imagine um conjunto de galpões industriais do século passado totalmente revigorado e modernizado, abrigando mais de 50 lojas, restaurantes, bares, livrarias e salas comerciais: esse é o LX Factory!

Com uma arquitetura própria e design diferenciado, o conjunto é um excelente ponto para descontrair, comer bem e até fazer umas comprinhas nas lojas especiais que têm lá. É gratuito, fica nas proximidades da Ponte 25 de Abril e aos domingos tem uma feirinha de artesanato. Além disso, o badalado rooftop Rio Maravilha tem uma vista incrível para o Rio Tejo.

lx factury Lisboa
Rooftop Rio Maravilha

VISITAR O BAIRRO CHIADO

O bairro Chiado é um dos locais bonitos de Lisboa, pois agrega belezas históricas, além de atrativos gastronômicos, boêmios e comerciais. É no Chiado que você encontra as melhores lojas e bares de Lisboa.

A Praça Luís de Camões é um lugar encantador. Além disso, vale a pena conhecer a livraria Bertrand, fundada em 1732 e é conhecida como a mais antiga do mundo em funcionamento, algo bem inusitado e interessante.

Aproveite para dar uma rápida passada no Café A Brasileira. Visitar esse café é uma experiência ímpar pela qualidade das bebidas e da sensação de frequentar um estabelecimento tão famoso e reconhecido. O bairro é repleto de bares e restaurantes, com opções para todos os públicos.

o que fazer em lisboa cafe à brasileira

CAFÉ A BRASILEIRA

Como já dissemos, visitar o Café A Brasileira é quase que parada obrigatória no passeio pelo bairro do Chiado. Com mais de um século de vida, o local foi e ainda é ponto de reunião de artistas e escritores de Lisboa, incluindo o famoso escritor Fernando Pessoa (tem uma estátua dele na porta).

O Café exala requinte e história, tanto que a fachada atual foi instalada no ano de 1922 e ainda está conservada, assim como a decoração interna que mantém algumas peças e características de épocas distantes. 

Ou seja, dê uma passadinha no local, peça o cafezinho que melhor te agrade e aproveite para comer um pastel de nata ou o que agradar mais.

 

APRESENTAÇÃO DE FADO

Não deixe de ouvir o autêntico fado, gênero musical único de Portugal e considerado Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO . O espetáculo ao vivo Fado in Chiado dura 50 minutos e acontece no centro de Lisboa, ou seja, dá para jantar ou emendar a noite curtindo os bares da região.

o que fazer em lisboa fado
Foto: Get Your Guide

OS MELHORES MIRADOUROS DE LISBOA

Eu adoro ver as cidades por diferentes perspectivas, e Lisboa tem diversos miradouros que proporcionam vistas espetaculares e surpreendentes. Sendo assim, selecionei os melhores mirantes (ou miradouros como dizem os portugueses). Todos passeios gratuitos:

Miradouro da Graça

O miradouro da Graça fica localizado ao lado da Igreja da Graça e possui uma bela vista da cidade de Lisboa. Entretanto, o que torna especial a visita a esse mirante é o próprio passeio pelo bairro da Graça. 

O bairro é super charmoso e tem características únicas de cidadezinhas do interior, com diversas lojinhas e cafés ao longo de suas ladeiras de pedras. Além disso, o que torna o miradouro da Graça mais especial é sua esplanada com um bar café. Ou seja, você pode tomar um café ou até mesmo um vinho enquanto admira a cidade!

Miradouro de Nossa Senhora do Monte

Também localizado no bairro da Graça, o miradouro de Nossa Senhora do Monte possui uma vista incrível de grande parte de Lisboa. É um ótimo lugar para sentar e admirar a cidade, principalmente em um pôr do sol.

Além disso, ele fica em frente a Capela da Senhora do Monte, construída há quase 1000 anos. Inclusive, foi esse ponto da cidade que eu escolhi para fazer meu casamento a dois, já que o pôr do sol é quase de cinema.

Miradouro de Nossa Senhora do Monte

Miradouro São Pedro de Alcântara

Localizado no Jardim de São Pedro de Alcântara, pertinho da Avenida Liberdade, esse miradouro é um dos mais famosos da cidade. Com belos jardins, quiosques e até lago, o mirante permite que o visitante veja não apenas diversos pontos turísticos, tais como a igreja da Sé, o belo rio Tejo e o famoso Castelo de São Jorge, como também os inúmeros telhados das antigas casas e construções de Lisboa. 

O jardim é aberto ao público durante todo o dia e a forma mais tradicional de subir até lá é através do Elevador da Glória, que é uma atração por si só. 

Miradouro das Portas do Sol e de Santa Luzia

Localizados no bairro Alfama e bem próximos da Sé de Lisboa, os miradouros das Portas do Sol e de Santa Luzia são bem agradáveis e fáceis de chegar. Por isso, dá para conjugar com outros passeios.

Em primeiro lugar, o Portas do Sol é um largo com uma estátua do São Vicente. Ele possui esse nome por estar localizado no local de um dos antigos portais das muralhas de Lisboa. Já o miradouro de Santa Luzia fica numa pracinha linda com bancos todos revestidos de azulejos portugueses, dando uma autenticidade pro local. É uma das vistas mais lindas da cidade.

miradouro santa luzia lisboa
foto: dominando em fotos
miradouro portas do sol lisboa

Miradouro do Parque Eduardo VII

No final da avenida Liberdade, está localizado o Parque Eduardo VII, formado por lindos jardins, alamedas, restaurantes e um lago. O parque começa em sua parte baixa na famosa rotatória da Praça Marquês de Pombal e termina e sua parte alta no Monumento ao 25 de abril.

Eu fui nesse miradouro com o tour fotográfico que indiquei lá em cima e as fotos ficaram muito lindas!

Da parte alta, podemos ter uma vista belíssima dos jardins do parque, junto com o monumento da Praça Marquês de Pombal e ao fundo o rio Tejo. Com certeza é um passeio bem interessante e agradável.

Outros miradouros

Como disse anteriormente, Lisboa é repleta de miradouros, um mais bonito do que o outro. Além dos que citamos anteriormente, vale ressaltar o Miradouro do Recolhimento. Ele fica localizado na rua do Recolhimento e ainda é muito pouco conhecido, tornando a visita mais especial. 

Outra beleza escondida de Lisboa é o miradouro do Largo das Necessidades, localizado em frente ao belíssimo Palácio das Necessidades. Sentar-se nos bancos de pedra do jardim do palácio com uma das vistas mais interessantes da Ponte 25 de Abril é um dos privilégios de conhecer esse mirante. 

Falando na famosa ponte que liga a cidade de Almada até a capital portuguesa, existe uma atração moderníssima que te leva por um elevador até uma “caixa” de vidro panorâmica ao lado da ponte 25 de Abril. Esse passeio é conhecido como Experiência Pilar 7 e com certeza é uma atração diferente e no mínimo interessante.

O QUE FAZER EM LISBOA: ELEVADORES

Assim como os miradouros, os elevadores de Lisboa são famosos e viraram atrações turísticas. A cidade é repleta de ladeiras e desníveis e ao longo dos anos os moradores buscaram formas de facilitar o deslocamento, e a maneira encontrada foi o transporte por elevadores e funiculares. Você pode usar seu Lisboa Card para usar os elevadores.

Elevador da Bica

O Ascensor da Bica, como é conhecido pelos portugueses, faz um trajeto do Cais do Sodré até o Bairro Alto, através da íngreme rua da Bica de Duarte Belo.

Além de estar em ótimo estado de conservação para um elevador que foi inaugurado em 1892, o funicular da Bica é um dos cartões postais mais famosos de Lisboa. O contexto arquitetônico da rua possibilita fotos lindas e autênticas, uma vez que tem o elevador, as edificações coloridas e o rio Tejo ao fundo. Se tiver que escolher apenas um elevador para visitar, fique com este!

Elevador de Santa Justa

O elevador de Santa Justa é o mais famoso de Portugal, cuja “função” é transportar as pessoas da Cidade Baixa para mais de 40 metros acima até a Cidade Alta. Tanto a vista de baixo, onde podemos admirar a arquitetura do elevador, quanto a vista de cima, onde é possível vislumbrar a beleza da cidade, são maravilhosas e únicas.

Dessa maneira, para visitar e se deslocar pelo elevador é necessário pagar um ingresso de 5€ permitindo até duas viagens ou usar o Lisboa Card.

o que fazer em lisboa elevador de santa justa
Imagem de D. Koch por Pixabay

Elevador da Glória

O elevador da Glória é uma espécie de funicular que faz um percurso bem rapidinho da Praça dos Restauradores até o miradouro de São Pedro de Alcântara. 

Desse modo, o caminho por onde o elevador passa é cercado por construções típicas da parte antiga de Lisboa, com casas coloridas. Não apenas é uma ótima opção para se visitar o mirante como também para tirar umas fotinhas.

PARQUE DAS NAÇÕES E OCEANÁRIO 

A fim de dar uma folguinha nas construções antigas e históricas, visitar o complexo do Parque das Nações e o Oceanário é uma ótima opção. Ambos edifícios foram construídos para o complexo da Exposição Mundial de 1998 à beira do rio Tejo, e se caracterizam pela modernidade e beleza.  

O local é bem agradável, arborizado, com bons bares e restaurantes. Além disso, há o shopping Vasco da Gama bem próximo e um teleférico que permite ter uma bela vista do rio e do parque.

Portanto, visitar esse complexo é bastante interessante para conhecer um outro lado de Lisboa que também é surpreendente. É um programa bom para famílias com crianças.

o que fazer em lisboa oceanário
foto: Get Yout Guide

DICAS DE TRANSPORTE EM LISBOA

Lisboa tem algumas peculiaridades relacionadas a tamanho das ruas e relevos acentuados que podem dificultar a locomoção do viajante em sua estadia por lá. Vamos dar algumas dicas de transporte para facilitar a sua viagem, e torná-la mais agradável. 

É bastante recomendável andar a pé para se passear nos bairros de Chiado e de Alfama principalmente, porém podemos nos deparar com alguns empecilhos, tais como o calor, cansaço e morros que existem em Lisboa. 

Passear de elétricos em Lisboa

Uma boa alternativa para se deslocar entre os pontos turísticos de forma mais rápida e sem esforço é utilizando os famosos bondes (eléctricos como os portugueses chamam). A cidade ainda possui linhas de bondes que interligam os principais pontos, além de possuírem um preço acessível. É uma maneira única e autêntica de passear.

Já citamos o elétrico 28 que vem do bairro da Graça, passando pelo miradouro das Portas do Sol e pela Sé no bairro Alfama, seguindo para a colina do Chiado e depois para o Bairro Alto. Ou seja, pode-se conhecer diversos pontos turísticos através do bonde mais famoso da cidade. 

Entretanto, ainda existem outros elétricos que podem facilitar o seu deslocamento pela cidade dependendo de onde você está hospedada ou para onde quer ir. Vale a pena pesquisar todas as rotas e horários desses bondes no Google Maps. O ingresso do bonde pode ser pago individualmente, mas a melhor opção é usar o Lisboa Card.

como andar nos elétricos de lisboa

Passear de bikes e patinetes elétricos em Lisboa

Assim como em algumas cidades do Brasil, o aluguel compartilhado de bikes e patinetes elétricos em Lisboa é uma febre, e recomendamos totalmente.

Obviamente esses meios de locomoção não são destinados para longas distâncias e muito menos para a subida de morros, mas eles permitem que você curta e conheça uma extensa área em pouco tempo e com pouco esforço.  Sendo assim, passear pelo calçadão à beira do Rio Tejo é uma experiência incrível, seja próximo a Torre de Belém, seja na Praça do Comércio, seja próximo à ponte 25 de Abril, ou até mesmo no Parque das Nações. 

Em Lisboa, existe o aplicativo LIME que permite o aluguel tanto do trotinete (como os portugueses chama o patinete) quanto a bicicleta. Assim como os aplicativos que funcionam aqui no Brasil, o funcionamento é bem simples e consiste em fazer o cadastro no aplicativo, procurar onde estão estacionados os meios de transporte, e você consegue desbloqueá-lo com um código enviado para o seu celular. Daí é só aproveitar o momento e pode estacionar em qualquer local dentro da área de abrangência do aplicativo.  

Além desse app, existem outros tais como o Gira e Jump, e diversos pontos de aluguel de bikes. 

Pronto para explorar Lisboa?

Agora que você já conhece os melhores lugares para visitar em Lisboa, não se esqueça de outros detalhes da sua viagem. Tão importante quanto escolher seu hotel e roteiro é se proteger contra acidentes, doença ou extravio de bagagem.

Além de ser importante, o Seguro Viagem é obrigatório para entrar em Portugal com cobertura mínima de 30.000 euros!

Para essa viagem, escolhi o plano TA 40 Especial Internacional, que tem 40 mil dólares de cobertura, seguro contra bagagem extraviada e ótimo custo. Após compra online, a apólice chega por e-mail em minutos. Clique aqui ou abaixo para fazer cotação com desconto!

Seguro Viagem: Europa
GTA 60 EUROMAX GTA 60 EUROMAX Assistência médica EUR 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 22/dia*
APRIL 30 Europa Basic APRIL 30 Europa Basic Assistência médica EUR 30.000 Bagagem extraviada EUR 1.000 R$ 17/dia*
APRIL 60 Europa Basic APRIL 60 Europa Basic Assistência médica EUR 60.000 Bagagem extraviada EUR 1.000 R$ 22/dia*

Continue seu planejamento de viagem nos outros posts do blog e se tiver dúvidas, comente abaixo que ajudamos você!


 RESOLVA SUA VIAGEM AQUI NO BLOG

Pesquise Hotéis no Booking Seguro Viagem com menor preço 

Saia do Brasil com Chip 4G Cotação de carro na RentCars  

You Might Also Like

No Comments

Vamos trocar uma ideia? Comente!