EUROPA ORGANIZANDO VIAGEM

Primeira Eurotrip – roteiro e dicas

eurotrip

Eu, você e boa parte das pessoas que conheço compartilhamos do desejo de realizar uma Eurotrip, mas diante de tantas opções, como escolher o roteiro que melhor se adapta aos nossos desejos?

Fórmula nunca vai existir, mas fazer algumas perguntas a si mesmo podem ajudar: Alguma cidade dos sonhos? Quanto tempo disponível? Quanto de grana disponível? Vai estar com amigos, em casal ou sozinho? Qual a época do ano?

Cê pensa que é fácil, né? Essa é a parte mais difícil!

Todo mundo que acompanhou a minha viagem ficou tentando entender porque eu, que nunca fui à Europa, não escolhi destinos mais óbvios como Paris e Londres para tirar da lista. Simples! Meu caso é o seguinte: do nada eu vejo uma foto aleatória, cismo com aquilo e pah! Nunca mais alguém tira da minha cabeça até eu conseguir realizar a viagem. E foi bem assim mesmo: em novembro passado vi uma foto dos lagos Plitvice e descobri que ficava na Croácia. Pronto, era o meu destino de 2016. Férias marcadas, fui pensar no que poderia fazer ali por perto e enlouqueci, tudo lindo!

“Problema” da Europa é esse, parece que é tudo pertinho. A gente começa a querer esticar para todos os lados…

O ROTEIRO

Eu precisava decidir pelo menos os aeroportos de chegada e saída na Europa e como me deslocar entre os países que iria visitar. Voo para Croácia é caro pra caramba, então pensei em MUITAS possibilidades de chegar até lá e uma promoção da Alitalia me ajudou na decisão: entraria por Veneza e retornaria por Praga.

Tempo total: 19 dias, incluindo os dias de voo, já que chegaria pela manhã e retornaria a noite. A ideia era passar a maior parte do tempo na Croácia, numa road trip. Os dias restantes foram divididos por outras cidades. Inicialmente Montenegro e Áustria estavam na lista, mas vi que não ia dar certo embolar tanta coisa e precisei fazer ajustes. Trocando muita ideia com a amiga que foi comigo, nosso roteiro final ficou assim:

A) ITÁLIA/VENEZA: aeroporto de chegada, decidi passar a tarde e seguir para a Eslovênia (decisão curiosa, né? Mas preferi deixar para desbravar Veneza numa viagem só para a Itália).
B) ESLOVÊNIA: 3 dias/2 noites na (Ljubljana como base e passeios de bate-volta para Bled e Postojna/Predjama. A Eslovênia está entre a Itália e a Croácia, então foi um bônus para nós e amamos) > leia mais aqui

♥  CROÁCIA: 9 dias entre vários pontos:
C) ZAGREB: 1 dia/1 noite (suficiente, a cidade não tem lá esses atrativos todos, mas é válido e serve de base para Plitvice).
D) PLITVICE: 1 dia (um dos lugares mais esperados da viagem. O plano era passar o dia e seguir para dormir em Split, mas não aguentamos o cansaço e desviamos a rota para Zadar. Quem tiver muito tempo deve dormir na região de Plitvice. É cansativo andar o dia todo no parque e ainda dirigir)
E) ZADAR: 1 dia/1 noite (não estava no roteiro, mas gostei da cidade)
F) SPLIT: 2 dias/1 noite (a ideia era ficar 2 noites, mas foi o suficiente)
G) HVAR: 5 dias/4 noites (eram 4 dias e 3 noites, gostamos tanto que decidimos esticar. Hvar foi o auge da viagem, onde aproveitamos praias, baladas, bons restaurantes, fizemos amigos e conhecemos a parte histórica. Adoro cidades pequenas e completas)
H) DUBROVNIK: 3 dias/3 noites (eu ficaria mais um para conhecer Montenegro)
I) HUNGRIA/BUDAPESTE: 2 dias/2 noites (foi pouco. É uma cidade enorme e legal seria passar pelo menos 3 dias para explorar melhor. Tem muito a oferecer).
J) REPÚBLICA TCHECA/PRAGA: 2 dias/2 noites (ficaria mais, amei a cidade!!).

Clique sobre o nome de cada país para ver as dicas detalhadas!

Não deixe de seguir o Instagram @stheontheroad
para ver todas as fotos das aventuras

 

A LOGÍSTICA

Saímos do Rio de Janeiro e chegamos em Veneza pela Alitália e todos os deslocamentos seguintes, exceto o carro que alugamos antecipadamente pela Rental Cars, foram decididos conforme chegávamos em cada cidade. Não foi, de forma nenhuma, uma viagem amarrada!

Vou contar melhor nos posts seguintes como foi cada trajeto, mas, resumindo: fomos de Veneza para Ljubljana de trem + ônibus e de Ljubljana para Zagreb de ônibus. Em Zagreb pegamos o nosso carro alugado e devolvemos em Dubrovnik, onde voamos de volta para Zagreb e seguimos de trem para Budapeste. Outro trem de Budapeste para Praga e de lá o voo de volta para o Brasil.

#Dica: o site Rome2Rio pesquisa os meios de transporte existentes entre os lugares.

PASSAPORTE, VISTOS E SEGURO SAÚDE OBRIGATÓRIO

Brasileiros que viajam a turismo por até 3 meses não precisam de visto para visitar a Europa, mas alguns países exigem que o passaporte tenha validade por mais 3 meses a partir da data de regresso. Dos países que visitamos, apenas a Croácia não faz parte do Espaço Schengen, que é o que garante a livre circulação de pessoas dentro do território europeu sem fazer imigração e também estabelece a obrigatoriedade da Assistência Viagem.

Mesmo quando o país não exige, eu nunca viajo sem seguro! Além da tranquilidade de saber que você terá assistência no caso de intercorrências médicas, é reconfortante saber que você tem uma $egurança no caso de extravio de bagagem (já passei por isso e é tenso demais). Lembre sempre de levar uma via impressa na sua bagagem de mão e encaminhar o e-mail para alguém da sua confiança que ficará no Brasil.

Aqui no blog temos parceria Real que é super de confiança para você fazer seu seguro. Não esqueça de fazer aqui com a gente!


Gostaram do roteiro? Se ficou alguma dúvida ou precisar de qualquer ajuda, escreva nos comentários que responderei o mais rápido possível. 😉


imagens

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO
↓↓↓↓
HOTEL PELO MELHOR PREÇO
ALUGUE SEU CARRO
MENOR PREÇO EM SEGURO VIAGEM
CHIP INTERNACIONAL ENTREGUE EM CASA

You Might Also Like

4 Comments

  • Reply
    Isabela Bastos
    junho 22, 2016 at 9:53 pm

    Sthe adorei acompanhar sua viagem no IG! Roteiro ótimo! A sua cara
    Europa é meio pegadinha mesmo… A gente quer conhecer tudo e por mais que a gente já conheça o país e/ou a cidade, sempre tem mais coisa para se conhecer. Tô aqui quebrando a cabeça tb para mais um roteiro em um destino já visitado por mim 2x…rs

  • Reply
    Fabricia
    junho 27, 2016 at 3:02 am

    Adorei o post!!! Já To aqui morrendo de vontade de conhecer a Croácia…

  • Reply
    10 experiências que você precisa passar em Budapeste - Sthe On The Road
    novembro 20, 2016 at 8:51 pm

    […] TAMBÉM:Primeira Eurotrip – Roteiros e Dicas para organizar  7 conselhos para seguir (agora) se quiser viajar mais ano que vem Chip internacional: como viajar […]

  • Reply
    Thamires
    junho 3, 2017 at 1:57 am

    Oláaa Sthée, gostaria de saber quanto você gastou no total de sua viagem??

  • Leave a Reply