BRASIL CABO FRIO RIO DE JANEIRO

Bairro da Passagem: um roteiro diferente por Cabo Frio

A Região dos Lagos, no Rio de Janeiro, é famosa pelas praias paradisíacas e diversos balneários charmosos, como Arraial do Cabo, Búzios e Cabo Frio. Hoje vamos falar sobre Cabo Frio, mas a ideia é abrir a sua mente para um roteiro fora do tradicional.

Esqueça um pouquinho a Praia do Forte e aprecie o tesouro (quase) escondido que é o Bairro da Passagem. Digo isso porque, normalmente, ele não faz parte do roteiro de muitos turistas que visitam Cabo Frio. Na minha última viagem para a cidade eu não só me hospedei, como passei todo o final de semana explorando o bairro e recomendo para todo mundo.

Neste post, vou contar um pouco sobre a história desse icônico bairro de Cabo Frio, como chegar, onde comer e o que fazer no Bairro da Passagem.

DICAS DO BAIRRO DA PASSAGEM CABO FRIO

ONDE FICAR HOSPEDADO

O que me levou a escolher o Bairro da Passagem foi a pousada. Conheci a Bravo Design pelo Instagram, achei super charmosa e reservei por duas noites para uma viagem com minha mãe. Em tempos de pandemia, isso se tornou cada vez mais comum: viajamos para curtir mais a hospedagem e as proximidades mesmo.

A Pousada Bravo foi toda reformulada recentemente, passando a ostentar uma bela harmonia arquitetônica e decoração de muito bom gosto. Uma das coisas que mais me chamou a atenção foi o aconchego dos ambientes externos. Além da piscina, há muitos cantinhos para se aconchegar, ler um livro, pegar um sol ou até tirar um cochilo.

O café da manhã é servido de frente para a área externa e também atendeu minhas expectativas. Além dos pães, frutas, sucos e frios de costume, haviam bolos variados e o menu não foi idêntico nos dois dias, o que acho ótimo.

A minha suíte era standard lateral, mas também há categoria superior e superior de frente para o mar.

O QUE VER, FAZER E COMER NO BAIRRO DA PASSAGEM

É um lugar para quem quer fugir do agito e esquecer que está numa cidade grande como Cabo Frio. O bairro é bem pequeno, então não exige pressa para explorar. Dois dias é um tempo bacana para fazer o que há de mais legal. Confira o que fazer no Bairro da Passagem:

Explorar as ruas do bairro

É legal saber que o bairro é o primeiro local de colonização portuguesa da cidade e um dos vilarejos mais antigos do Brasil. Algumas ruas do Bairro da Passagem seguem preservadas como patrimônio histórico, então vale a pena dar uma volta e passar entre elas, conhecendo as portinhas coloridas e tirando fotos bonitas.

Não espere um centro histórico grande como o de Paraty, pois são poucas ruazinhas, mas tem seu charme. É até uma oportunidade de ir passando o olho nos restaurantes e entendendo onde te atrai para voltar depois. Um dos melhores lugares para tirar foto é o beco do príncipe, onde está instalado hoje o hotel Solar do Arco.

Caso você tenha escolhido o hotel que eu indiquei, saiba que eles alugam bicicletas para passear.

Caminhar nas margens do canal

Às margens do Canal Itajuru estão centenas de barquinhos coloridos dos pescadores. Eu achei um cenário super bonito para apreciar e também para fotografar. Vale a pena tanto de dia, quanto à noite, mas o nascer e o pôr do sol são momentos bem especiais por ali.

Conhecer a Lagoa do Japonês

Bem em frente ao Bairro ao Bairro da Passagem está a Ilha dos Japonês. Ela é muito famosa no Instagram, por conta das águas rasas e cristalinas. E é verdade: é lindo realmente!

Chegar até a Lagoa do Japonês a partir do Bairro da Passagem é muito simples. Caminhando pelo píer tem uma pequena tenda sinalizando, e basta contratar um dos barqueiros que fica ali para fazer a sua travessia. Ele vai te dar o número de contato para que você ligue na hora que desejar retornar, ou, se preferir, pode marcar um horário. Custa R$10 cada trecho.

É um passeio muito popular, então costuma atrair muitas pessoas e ficar lotado aos fins de semana. Por isso, se você só tem esse período, tente ir pela manhã.

Experimentar a culinária local

O melhor restaurante que eu conheci na Passagem – e em toda Cabo Frio, foi o Arcos do Canal. É realmente o tipo de programa que eu valorizo, pois vai além da comida e envolve toda a experiência.

Eu já escolheria apenas pelo cardápio mediterrâneo, mas preciso comentar que o ambiente é espetacular, bem de frente para o canal. A comida estava muito boa e os camarões que vieram no meu prato eram enormes!

No entorno da praça você encontra outros bares, restaurantes e até um pub com uma musiquinha para quem busca um lugar mais animado.

Para um jantar mais descontraído em outro dia, escolhi o Escritório do Chef, que também me agradou bastante. Pedimos uma pizza de camarão com alho poró e alguns drinks da casa.

Daqui pra onde

Cabo Frio fica na região dos lagos, próximo a diversas cidades interessantes. Se você tiver mais tempo de viagem, pode esticar para Arraial do Cabo . Além disso, dá para combinar com uma viagem para Búzios, que é um dos meus balneários preferidos. Para ler minhas dicas destes destinos, basta clicar em cima do nome das cidades. Boa viagem!


 RESOLVA SUA VIAGEM AQUI NO BLOG

Pesquise Hotéis no Booking Seguro Viagem com menor preço 

Saia do Brasil com Chip 4G Cotação de carro na RentCars  

You Might Also Like

No Comments

    Leave a Reply